Ponte romana de Alcántara

A ponte que permanecerá em pé nos séculos do mundo

A ponte de Alcántara, de origem romana, foi construída entre os anos 104 e 106 e declarada, em 1924, Bem de Interesse Cultural, com categoria de Monumento.

Destaca-se, acima de tudo, pela sua grandeza e solidez que ainda conserva, quase intacta, apesar de ter quase dois mil anos de antiguidade. Os seus 58,20 metros de altura e 194 metros de comprimento fazem dela uma belíssima obra, dividida entre a engenharia e a arte.

A localização estratégica do monumento transformou-o num enclave estratégico com a passagem dos séculos, protegendo o leito do rio Tejo e fazendo parte de uma das estradas que liga Espanha a Portugal.

Este descomunal monumento ocupa um lugar de relevo entre todas as obras de engenharia realizadas pelo Império Romano. Foi erguida com o objetivo de facilitar a comunicação entre Norba (a atual Cáceres) e Conímbriga (a localidade portuguesa de Condeixa-a-Velha) e é considerada uma obra maestra, onde foram aplicadas técnicas de engenharia avançada para erguer seis arcos de volta perfeita, sustentados por cinco grossos pilares. A ponte foi construída com silhares retangulares unidas entre si à meia vez e à vez.

Um arco honorífico de 14 metros de altura remata a ponte. Este arco, conhecido como Arco do Triunfo e situado justamente a meio da ponte, reúne a informação da história da obra: mostra como a ponte foi dedicada a Trajano, e o nome dos municípios que a financiaram. A inscrição dedicatória reza assim: «Ao imperador César, filho da divina Nerva, Trajano, Augusto, Germânico, Dácico, pontífice máximo, com a VIII potestade tribunícia, imperador pela V vez, pai da pátria.»

Na entrada da ponte há um pequeno pavilhão de planta retangular com uma inscrição que menciona o arquiteto: «A ponte, destinada a durar para sempre nos séculos do mundo, foi feita por Lácer, famoso pela sua arte divina.» E não mentia, pois segue em pé, elegante e forte, com expectativas de continuar a sua história eternamente jovem.

A vila de Alcántara nasceu anos depois. Como também posteriormente a ponte foi fulcral para a Ordem Militar de Alcántara na defesa da vila, fronteiriça com Portugal.

Tempo

Alcántara

17Jan

Despejado

1 ºC

14 ºC

18Jan

Poco nuboso

1 ºC

13 ºC

19Jan

Poco nuboso

0 ºC

14 ºC

20Jan

Despejado

2 ºC

12 ºC

21Jan

Nuboso

4 ºC

13 ºC

22Jan

Cubierto

4 ºC

13 ºC

Em imagens

AltAlt

Se você gosta Ponte romana de Alcántara você também vai gostar...

Alt

Conjunto Histórico de Pasarón de La Vera

Pasarón de La Vera é um município de Cáceres no extremo ocidental do distrito de La Vera.

Alt

Catedral de Plasencia

O edifício que vemos atualmente é o resultado da justaposição de duas catedrais, a Velha e a Nova.

Alt

Conjunto Histórico de Galisteo

Galisteo é uma localidade situada a 90 quilómetros da capital de Cáceres, junto ao rio Jerte.

Alt

Mosteiro de Yuste. Património Europeu

Numa ladeira da Serra de Tormantos, a dois quilómetros de Cuacos, ergue-se o Mosteiro de San Jerónimo de Yuste, um imponente cenóbio onde o imperador Carlos I de Espanha e V da Alemanha passou os...

Mais coisas que você pode encontrar em Tajo Salor Almonte

Alt

Conjunto Histórico de Brozas

A localidade de Brozas situa-se no distrito Tajo-Salor-Almonte, nas chamadas Tierras de Alcántara. 

Servicios turisticos

No Instagram...